segunda-feira, 4 de abril de 2011

Boneca


A boneca de feltro
parece assustada com o próximo milênio.
Quem a aninhará nos braços
com seus olhos de medo e retrós?

O signo da boneca é frágil
mais frágil que o de pássaro.
Confia. Assim passiva
o vento brincará contigo
franzirá teu avental
dirá coisas que entendes
desde a aurora das coisas:
foste um caroço de manga
uma forma de nuvem
ou um galho com braços
de ameixeira no quintal.

Não temas. Solta o
corpo de feltro. Assim.
Para ser embalada nos braços
da menina que houver.
Dora Ferreira da Silva

Um comentário:

  1. Oi Sil...
    "...Confia. Assim passiva
    o vento brincará contigo
    franzirá teu avental
    dirá coisas que entendes..." Essa parte me fez querer estar longe, num vale verde com o vento em meus cabelos, o sol leve e os problemas distantes!
    Lindo poema! Obrigado por seguir o blog do Anjo! Seu blog é maravilhoso... um ótimo início de semana pra vc, beijinhos e bye

    ResponderExcluir