quarta-feira, 9 de março de 2011

VIII

parem
eu confesso
sou poeta

cada manhã que nasce
me nasce
uma rosa na face

parem
eu confesso
sou poeta

só meu amor é meu deus

e eu sou o seu profeta
Paulo Lemisnk

Nenhum comentário:

Postar um comentário