segunda-feira, 18 de junho de 2012

Noite

As casas fecham as pálpebras das janelas e
dormem.

Todos os rumores são postos em surdina
todas as luzes se apagam.

Há um grande aparato de camara funerária
na paisagem do mundo.

Os homens ficam rígidos
tomam a posição horizontal
ensaiam o próprio cadáver.

Cada leito é a maquete de um túmulo
cada sono um ensaio de morte.

No cemitério da treva
tudo morre provisoriamente.
Menotti Del Picchia

Nenhum comentário:

Postar um comentário