quinta-feira, 24 de março de 2011

Miragem


Sou toda rosas e espinhos,
e por não saber à que vim,
é que me perco em mim
à procura de meus caminhos.

Se vivo em internos mundos,
é porque são mais coloridos
esses campos d'Eu floridos
de liláses sob céus profundos.

E se achas meu ser um tanto etéreo,
saibas que também o sou para mim,
vivo a procura de meu início e fim.
Sou miragem! Meu próprio mistério!
Lenise Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário