segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Epigrama nº 4


O choro vem perto dos olhos
para que a dor transborde e caia.
O choro vem quase chorando
como a onda que toca na praia.

Descem dos céus ordens augustas
e o mar chama a onda para o centro.
O choro foge sem vestígios,
mas levando náufragos dentro.
Cecília Meireles

Um comentário:

  1. Oi Sil,
    Parabéns pelo seu blog, muito bonito mesmo.
    Apreciei demais os temas aqui postados, mas este me chamou um pouco mais a atenção, pela beleza da imagem que essa grande poetisa sabia expressar como ninguém.
    Um grande abraço para voce, e espero que não tenha se esquecido de mim, seu amigo e poeta Samuel Nunes.
    Beijos.

    ResponderExcluir