domingo, 16 de agosto de 2009

Orfandade


Meu Deus,
me dá cinco anos.
Me dá um pé de fedegoso com formiga preta,
me dá um Natal e sua véspera,
o ressonar das pessoas no quartinho.
Me dá a negrinha Fia pra eu brincar,
me dá uma noite pra eu dormir com minha mãe.
Me dá minha mãe, alegria sã e medo remediável,
me dá a mão, me cura de ser grande,
ó meu Deus, meu pai,
meu pai.
Adélia Prado

Um comentário:

  1. Bom dia,
    Há tempos que não visitava seu blog, mas hoje finalmente pude ver como está bonito, com temas muito bem escolhidos, e gostei imensamente desta pequena oração, falando da orfandade.
    Parabéns pela escolha, é comovente.
    Um grande beijo no seu coração.

    ResponderExcluir